O Dia da Internet Segura é uma iniciativa anual que mobiliza mais de 70 países para promover o uso seguro e responsável da Internet. Criada pela Rede INSAFE, que agrupa as organizações que trabalham pelo uso consciente da Internet nos países da União Européia, aqui no Brasi a data é divulgada pela ONG SaferNet e será comemorada em 7 de fevereiro. Em 2012, o tema será "Conectando gerações e ensinando uns aos outros: descobrindo o mundo digital juntos...com segurança".

Que a internet pode ser um lugar perigoso para as crianças, devido a questões como pedofilia, violência e cyberbullying, todo mundo sabe, mas existem outras questões importantíssimas que ainda são pouco discutidas, como a publicidade e o apelo ao consumo na web.

Recentemente, a colunista Martha Mendonça comentou sobre o post de um blog canadense mostrando o quanto a marca Apple influencia a todos, começando pelas crianças. Segundo relato no blog, na aula de francês de uma turma de Jardim de Infância de Vancouver, a professora pediu que os alunos escrevessem palavras começadas com a letra “i”. No ranking das dez palavras mais apresentadas pelos alunos, poucas não são Apple. Ou seja, as crianças de hoje já crescem sabendo o que significa uma marca e a relacionam com internet.

As redes sociais também têm se tornado cada vez mais uma arma dos anunciantes. O Facebook está recheado de publicidades, que podem não ser diretamente focada nas crianças, mas que acabam despertando uma curiosidade nos pequenos. Em 2011, o Facebook baniu 20 mil crianças com menos de 13 anos por dia, que burlam suas informações pessoais para entrar na rede. No entanto, muitas continuam por lá.

E as redes sociais feitas especialmente para crianças? O Stardoll http://www.stardoll.com/br/ é a febre do momento. Tem restrição para crianças menores de 13 anos, mas é freqüentado por todas as idades. O objetivo é criar uma boneca, Medoll, depois ir às compras para vesti-la e decorar sua suíte. Todas as integrantes recebem 75 Stardollars como presente inicial do Stardoll. Se a criança quiser mais roupas ou objetos para a suíte da MeDoll, é possível comprar Stardollars adicionais, adquiridos via celular (em alguns países), cartão de crédito ou paypal. A criança não precisa nem sair de casa para comprar.

Pouca gente se lembra desse bombardeio comercial a que as crianças ficam expostas quando navegam na internet, algo que vem crescendo e merece muito a atenção de pais e educadores. Nossa contribuição para o Dia da Internet Segura é convidar todos para essa reflexão sobre os apelos consumistas na rede.

A agenda completa de atividades está disponível no site do Dia da Internet Segura. Há ainda, no site, a oportunidade de colaborar com o evento contando uma história sobre o uso  passivo da Internet, além de jogos educacionais.

Vamos ajudar a divulgar? No site eles também ensinam como escolher um banner do Dia da Internet Segura e divulgar em blogs, sites e etc.

Leia mais sobre segurança na internet em entrevista com Rodrigo Nejm, da SaferNet, para o Projeto Criança e Consumo

Compartilhe :   

Comentários encerrados.