As doenças crônicas não transmissíveis estão em pauta em Buenos Aires de hoje até amanhã (4 de março), com a realização de uma reunião da Coalición Latino América Saludable (CLAS) para discutir ações de controle e prevenção.

Segundo a OMS, há quatro tipos de doenças crônicas não transmissíveis que mais atingem e mais matam a população mundial: as doenças cardiovasculares, o câncer, a diabetes e as doenças respiratórias. Juntas, elas representam cerca de 60% de todas as causas de morte e 44% das causas de mortes prematuras.

Vale lembrar que a diabetes e as doenças cardiovasculares, por exemplo, são comuns em pessoas obesas ou que tenham uma dieta baseada em alimentos com alto teor de açúcar, gorduras e sal ou de produtos ultraprocessados.

Aqui no Brasil, o Projeto Criança e Consumo integra a Frente pela Regulação da Publicidade de Alimentos, que também reúne diversas organizações e defende que a publicidade desses tipos de alimentos seja regulada, principalmente quando voltada para crianças e adolescentes, que são mais vulneráveis a mensagens comerciais. É nesse período da vida que os hábitos alimentares são formados, e com forte influência dos apelos para o consumo desses alimentos, dietas desequilibradas podem ser levadas da infância para a vida adulta.

Compartilhe :   

Comentários encerrados.