Pesquisa Datafolha encomendada pelo Instituto Alana mostrou a preocupação dos pais com a publicidade de alimentos não saudáveis . O assunto foi abordado em reportagem do Jornal da Cultura, no dia 4 de junho.

A pesquisa mostrou que, para 79% dos pais entrevistados, a publicidade de alimentos não saudáveis prejudica hábitos alimentares das crianças. Entre os entrevistados, 78% ainda afirmaram que os filhos pedem as comidas que veem nos anúncios.

Para Isabella Henriques, coordenadora do Projeto Criança e Consumo, o estudo mostra que os pais se sentem impotentes diante dos apelos comerciais direcionados a seus filhos. “Sozinhos, os pais não vão conseguir dar conta de toda esta problemática. É necessário que haja uma intervenção do poder público e também da sociedade”, afirmou na reportagem da Cultura.

Assista abaixo a matéria do Jornal da Cultura:

Compartilhe :   
  1. Paulo Henrique
    Paulo Henrique em Sexta-feira 10 Junho 2011 13:43
    http://meme.yahoo.com/fiquelinda/p/KLUyy_K/?cid=brtd/

    Para além de juízos de valor, é necessário pensar nos pressupostos políticos e econômicos do mundo de hoje: sem incidir sobre estes pressupostos, vai ser difícil avançar na pauta específica da proteção da infância. De qualquer forma, vale discutir/refletir sobre a notícia, ela sinaliza sintomas deste mundo doente em que vivemos.

Comentários encerrados.