Logo_change4lifeNo dia 2 de janeiro, o governo britânico anunciou um plano de quase R$ 650 milhões para estimular a alimentação saudável. Com financiamento da indústria alimentícia, a ideia é dar descontos na compra de produtos considerados saudáveis. A iniciativa faz parte da campanha nacional de combate à obesidade Change4Life, lançada em 2009.

Problema: os descontos são dados por meio de tickets distribuídos por algumas empresas e só valem para compra de produtos de determinadas marcas. Kellogg’s, Nestlé, Mars e Unilever são algumas delas.

Segundo governo britânico, essa foi uma forma de envolver a indústria no combate à obesidade. No entanto, Tim Lang, da Universidade de Londres, levantou uma questão importante: será que, ao invés de ser uma estratégia de saúde pública, essa iniciativa não servirá mais para a proteção das marcas frente ao consumidor?

Compartilhe :   
  1. Marta
    Marta em Sexta-feira 14 Janeiro 2011 22:02
    ahahahahahah
    Nestlé, alimentação saudável?
    ahahahahahahahahah
    que grande gozo!
  2. Vera
    Vera em Domingo 17 Junho 2012 22:29
    A obesidade foi estimulada pela veda de produtos pouco nutritivos das grandes marcas multinacionais e agora elas aparecem para vender a idéia de "saúde". Boa sacada dos grandes capitalistas.

Comentários encerrados.