O Jornal da Cultura começou a transmitir no dia 15 de agosto a série especial Infância Roubada, sobre questões contemporâneas ligadas a perda da infância. Na estreia, o assunto foi o consumismo infantil e a influência da publicidade nas escolhas e preferências das crianças. Como será que a televisão influencia o consumo dos pequenos?

Utilizando-se de personagens infantis, atores mirins, ícones do mundo infantil e até mesmo do merchandising, a publicidade fala diretamente com a criança, que não consegue distinguir aquele conteúdo como comercial. "Você transforma crianças em consumidoras e fideliza o indivíduo àquela marca por toda uma vida", comenta Gabriela Vuolo, coordenadora de Mobilização do Criança e Consumo. O advogado e ex-deputado federal Aírton Soares, um dos convidados do programa, complementa, questionando o papel do Conar: "A criança fica estática em frente à TV e, de repente, se infiltra naquele desenho infantil toda essa carga de publicidade que o Conar não vê. Ele teria que ver isso!"

Assista abaixo a matéria de segunda-feira. Nos outros programas da série foram abordados temas como sexualidade precoce e a importância do brincar. Vale conferir!

Compartilhe :   
  1. isabella henriques
    isabella henriques em Quinta-feira 18 Agosto 2011 15:41
    Parabéns ao jornal da TV Cultura pela iniciativa em discutir o tema e à Equipe do Criança e Consumo!

Comentários encerrados.