Apesar das inúmeras críticas à associação de lanches com brinquedos, o McDonald’s continua investindo pesado nos brindes do McLanche Feliz. A última novidade da rede de fast food é a venda de quatro diferentes versões de bonecas Barbie e de brinquedos do Ben10 junto com os combos infantis, segundo informou a IstoÉ Dinheiro.

A expectativa do McDonald’s é de comercializar quatro milhões de brinquedos até o fim do estoque. Não é por acaso a rede é a maior distribuidora de brinquedos do mundo, vendendo mais de 1,5 bilhões de brinquedos por ano. No entanto, a prática de venda casada é considerada ilegal pela legislação brasileira, que afirma que não se pode condicionar a venda do brinquedo ao consumo do lanche. A rede de fast food até vende os brinquedos separadamente, mas não avisa o consumidor com clareza.

Em 2011, o McDonald’s foi multado em R$ 3,192 milhões pelo Procon por distribuir brindes com lanches, a partir de denúncia do Criança e Consumo.  Um lanche tradicional do McLanche Feliz, com cheeseburger, batata frita e coca-cola, tem 636 calorias e 10,3 g de gordura saturada - 54% do total de gordura saturada recomendado a crianças de 6 anos. Além disso, o combo extrapola na quantidade de sódio, contendo 254% da dose diária recomendada da substância.

Compartilhe :   
  1. rosimary josefa
    rosimary josefa em Sábado 21 Abril 2012 18:16
    adoro os brindes da mac meu filho fica super feliz e chega a me cobrar se eu esqueço algum. espero que vcs nao deixem de ofertá-los
  2. Jobis
    Jobis em Sexta-feira 27 Abril 2012 13:10
    é essa a ideia...

    enquanto a criança não tiver todos os brindes, vai pedir novos lanches. Então ela não come o lanche apenas pelo lanche, mas mais para obter o brinde... o que é, obviamente, incentivar o consumismo.
    Dois erros em um: ferir a legislação prasileira e
    consumismo. Triste, muito triste...
  3. Equipe Criança e Consumo
    Equipe Criança e Consumo em Quinta-feira 03 Maio 2012 11:46
    Realmente, Jobis, é lamentável. Além do consumismo exacerbado, a venda de brinquedos com alimentos de baixo teor nutricional, como fast food, acentua o problema da obesidade infantil no Brasil, que já atinge 15% das crianças. Continuamos nosso trabalho na tentativa de mobilizar cada vez mais pessoas para debater o assunto e mudar esse cenário. Abraços da equipe do Projeto Criança e Consumo.
  4. Equipe Criança e Consumo
    Equipe Criança e Consumo em Quinta-feira 03 Maio 2012 11:48
    Olá rosimery, nós defendemos que alimentos não devem ser associados a brinquedos, especialmente quando se trata de alimentos com alto teor de sal, gorduras e açúcar. Embora algumas cadeias de fast food vendam o brinquedo separadamente, nem sempre os pais sabem disso e toda a comunicação mercadológica estimula o consumo dos combos com os brindes. Isso é muito prejudicial para as crianças.

Comentários encerrados.