Nessa semana, uma entrevista dada pelo presidente do McDonald’s, Jim Skinner, ao Financial Times, repercutiu na mídia internacional. O executivo reage contra as novas legislações que vêm sendo aprovadas nos Estados Unidos contra a venda casada de brinquedos com lanches pouco saudáveis.

Recentemente, duas cidades do Estado da Califórnia baniram esse tipo de promoção: Santa Clara e São Francisco. A ideia é desfazer a associação entre comida com alto teor de sódio, sal e açúcares e diversão, amplamente promovida pelas campanhas publicitárias de redes de fast food, como o McDonald’s. Para Eric Mar, propositor da lei de São Francisco, a venda conjunta induz as crianças a optarem pelo lanche, o que vem contribuindo para os altos índices de obesidade infantil do país – e, no caso, do resto do mundo.

Compartilhe :   
  1. Ana Maria
    Ana Maria em Sábado 05 Março 2011 13:32
    Essa prática abusava de associar um lanche do McDonald's ao um brinquedo, chamado de lanche feliz deve ser banida, ainda hoje se pratica tal crueldade.

Comentários encerrados.