Em artigo publicado no British Medical Journal, pesquisadores britânicos da Universidade de Oxford defendem a aplicação de altas taxas de imposto a alimentos que fazem mal a saúde, como forma de promover a redução forçada no consumo desses produtos. Alguns países da Europa já criaram impostos com esse fim: na Dinamarca, por exemplo, alimentos com muita gordura saturada foram alvo dessas taxas, enquanto na Hungria, produtos com alta quantidade de açúcar e sal também tiveram aumento de impostos. Pesquisas mostram ...