Na segunda, dia 18, assistimos ao side event realizado pela nossa organização parceira Idec - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor na programação da Rio+20. O debate teve como foco a apresentação da Plataforma dos Consumidores pelo Consumo Sustentável, elaborada pelo Idec junto com Consumers International e pelo Fórum Nacional de Entidades Civis de Defesa do Consumidor.

A coordenadora executiva do Idec, Lisa Gunn, e Luis Flores, da Consumers International, discutiram a importância das dez propostas que compõem o documento e exigem um compromisso dos chefes de Estado com ações concretas que, de fato, possam mudar os atuais padrões de produção e consumo que estão devastando o nosso planeta.

Entre alguns dos itens que compõem o documento, estão a implementação de políticas públicas integradas para impedir estímulos aos padrões de consumo insustentáveis; a oferta de produtos e serviços seguros, saudáveis e éticos para todos; e a garantia de que o consumidor tenha acesso à informação dos produtos que consome através de uma rotulagem criteriosa que siga padrões sociais e ambientais confiáveis - restringindo a publicidade que estimula o consumismo desenfreado e os apelos do greenwahsing.

O Instituto Alana reconhece a importância da Plataforma como uma ferramenta legítima para podermos mudar o padrão do estilo de vida consumista que temos hoje e por isso fazemos parte do grupo de organizações que assinam esse documento.

No fim do side event, Lisa Gunn e Luis flores falaram com a nossa equipe sobre a importância de se discutir os padrões de consumo na Rio+20, as alternativas possíveis de mudança para um futuro mais sustentável e sobre a importância do cuidado com a infância e a proteção do público infantil - tão vulnerável aos apelos para o consumo.

Confira os depoimentos e assine você também pelo consumo sustentável: http://idec.org.br/riomais20

Compartilhe :   

Comentários encerrados.