O Projeto Criança e Consumo se juntou ao Movimento Boa Praça para promover uma feira de troca de brinquedos. A ideia é que famílias tenham a oportunidade de se encontrar em um ambiente alternativo àqueles que exaltam o consumo.

Muito mais do que se livrar de brinquedos e livros que já não interessam como antes, a experiência é enriquecedora por dar novos significados a objetos antigos e afirmar que as relações não precisam ser pautadas na compra.

O evento faz parte da programação do Movimento Boa Praça, que atua em três praças da zona oeste de São Paulo, e realiza pic nics mensais. A feira de troca de brinquedos será neste domingo, 25 de setembro, a partir das 10h, na Praça Paulo Schiesari.

Se você mora por perto, participe!
Se estiver longe, pode mobilizar seus vizinhos e amigos para organizar uma feira de trocas. Veja como:

1) Faça uma sondagem com os amigos, vizinhos e pais da escola de seus filhos para saber quantas pessoas se interessariam em trocar brinquedos e livros.

2) Escolha um lugar. Praças são lugares muito interessantes para esse tipo de evento.

3) Monte um comitê. Mesmo que seja um evento pequeno, é sempre bom ter ajuda e envolver mais pessoas no processo. Isso mantém a organização.

4) Estabeleça algumas regras: Você aceitará jogos e quebra-cabeças que estão sem algumas peças? Livros rasgados? A graça da feira de troca é que as crianças tenham acesso a livros e brinquedos que estejam em bom estado, mas que tenham passado pelas mãos de outras crianças. Não é espaço para deixar entulho. O mesmo vale para o tipo do brinquedo: vai querer peças que estimule a violência? Livros que não sejam adequados para a faixa etária de até 12 anos?

5) Avalie qual o melhor modelo para a sua feira de troca de brinquedos, se bilateral (troca-se um objeto por outro) ou se os objetos são depositados em um lugar e cada um leva o que quiser. Para a primeira opção, a dica é fazer etiquetas que identifiquem os donos.

6) É muito legal fazer a feira de troca de brinquedos seguida de uma confraternização entre os participantes. Peça que cada um leve um prato e uma bebida (não alcoólica, é claro!) para o evento.

7) Assegure-se de que você terá um espaço para acomodar os brinquedos e mesas para colocar as comidas.

8)Divulgue muito! Use redes sociais, e-mails e o famoso boca-a-boca.

9) No fim de tudo, pode acontecer de sobrar alguns brinquedos. Tenha sempre um plano B para doar os brinquedos a uma instituição ou dar a destinação correta para os objetos.

E lembre-se: faça um mutirão no fim da feira para limpar o lugar.

convite picnic

Compartilhe :   

Comentários encerrados.