Ilan Brenman, Lais Fontenelle, Adriana FriedmannNa última sexta-feira, 25 de março, a Livraria Cultura no Shopping Bourbon, em São Paulo, foi palco de mais uma exibição do documentário “Criança, a alma do negócio” e de uma discussão sobre o consumo durante a infância. Com auditório lotado, o encontro foi mediado pela psicóloga e coordenadora de Educação do Projeto Criança e Consumo, Lais Fontenelle e teve participação da educadora Adriana Friedmann e do autor e contador de histórias Ilan Brenman.

A conversa teve como ponto inicial o papel do educador na questão do consumo. Para Adriana este é um problema grave que pode causar diversas consequências. “O consumo está corroendo a alma das nossas crianças e fazendo com que pulem etapas essenciais para o seu desenvolvimento”, disse. A educadora citou um dos conceitos do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, que diz que a sociedade está vivendo uma fase em que tudo é descartável. Ela ainda afirmou que o papel do professor deixou de ser simplesmente educar as crianças, mas também inclui orientar os pais em meio a esse turbilhão de apelos mercadológicos.

Ilan Brenman discorreu sobre a importância da educação nesse sentido e também sobre como é importante que os pais imponham limites. Ele afirmou que o melhor caminho é o diálogo e que tem esperança de que as coisas mudem, “basta reagirmos”. As atividades foram encerradas com uma rodada de perguntas acaloradas da plateia, composta majoritariamente por educadores.

No próximo dia 7, é a vez do Cineclube Socioambiental Crisantempo, na Vila Madalena, receber o debate e o documentário. Estela Renner, diretora de “Criança, a alma do negócio”, e Tamara Gonçalves, advogada do Projeto Criança e Consumo, já confirmaram suas presenças no evento.

Serviço
“Criança, a alma do negócio – um debate sobre o consumismo e a publicidade na infância”
Com Estela Renner e Tamara Gonçalves
Data: 7 de abril
Horário: 20h
Local: Cineclube Socioambiental Crisantempo, na Rua Fidalga, 521- Vila Madalena, São Paulo

Compartilhe :   

Comentários encerrados.