Como tratar um assunto delicado como a obesidade infantil? A campanha de um hospital de Atlanta, nos Estados Unidos, causou polêmica e virou notícia ao colocar crianças com sobrepeso falando sobre o sofrimento de ser obeso.

Os pequenos contam como é enfrentar bullying por estar acima do peso e o medo das doenças provocadas pela obesidade, como hipertensão e diabetes. Segundo matéria da Revista Época, alguns especialistas reprovaram a publicidade por acharem que a campanha culpa as vítimas da enfermidade. Em sua defesa, o hospital alega que precisava fazer algo forte para chamar atenção.

A obesidade infantil é um problema de saúde pública grave, que vem mobilizando o mundo inteiro. No entanto, a forma como a campanha do hospital de Atlanta trata a questão não educa, apenas alardeia, além de expor crianças a situações de constrangimento e dor.

Ao invés de julgar a questão com foco em comportamentos individuais, é preciso ter um olhar mais cuidadoso e entender de que forma é possível minimizar o problema.  Nesse sentido, pensar em ações amplas, que envolvam desde campanhas educacionais até a criação de regras para publicidade de alimentos, talvez seja um passo mais eficiente.


Relembre campanha educativa do Hospital Albert Einstein


Leia artigo de Isabella Henriques, coordenadora do Criança e Consumo, sobre como vencer o problema da obesidade infantil


Compartilhe :   

Comentários encerrados.